segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Sem rumo

            Hoje nem a mais forte chuva seria capaz de me limpar, por que o que está Sujo não é esta carcaça e por dentro sinto-me como se fosse apenas um corpo que vaga pra lá e para cá sem ter um objetivo reto sem ter alguém pra chamar de “minha” algo realmente importante pra chamar de “meu”, mas continuo andado sem rumo talvez meu destino seja andar por ai continuarei caminhando e buscando o que realmente  e necessário.
            Uma música diz “caminhando e cantando somos todos iguais”, porém não e essa a realidade não é? A verdade é cada um segue o que é melhor pra si independente do que isso vai causar para outras pessoas, pode ser que por meio de palavras ou atos eu faça a cabeça de muita gente pra fazerem o que é melhor pra mim! Um exemplo nossos candidatos à política no papel são ótimos e dizem milhares de palavras bonitas se vangloriam de um passado e juram mil maravilhas por um voto, não restou nenhum bom candidato à votar na verdade nenhum deles me parecia bom o suficiente para receber o meu voto, e agora no segundo turno e um falando mal do outro o sujo falando do mal lavado, triste essa realidade brasileira nosso país vai cair em mãos de uma Maria homem psicótica ou nas mãos de um Elitista... em quem votar? Em fim fugi totalmente do que tava escrevendo! E termino por aqui não quero dar uma de PC Siqueira.


1 Pensamentos:

  1. é horrível quando faltam argumentos e só resta partir para o ataque... adorei o final, uahuhauhauh

    ResponderExcluir