quarta-feira, 30 de julho de 2014

Água

0 Pensamentos
Em São Paulo o caso sobre a água é grave, o ultimo verão de São paulo foi o mais quente e seco dos últimos setenta e um anos causando grande impacto em todos reservatórios de água paulistas o sistema cantareira de abastecimento de água foi o que mais sofreu com esse clima quente e seco e obteve seus mais baixos níveis de água desde sua criação deixando empresários do setor, governantes e principalmente a população em alerta, pois a qualquer momento poderia ser necessário um corte no abastecimento de água.
            A companhia de saneamento básico (Sabesp) em parceria com o governo paulista irá utilizar um volume até então desconhecido para praticamento toda população volume esse apelidado de “volume morto”, por anos essa água vem sendo armazenada, mas não é utilizada então antes de utilizar dessa água para abastecer as casas dos paulistanos é necessário um estudo para saber se essa água é boa para consumo, pois muitas doenças podem ser  transmitidas por ela e a olho nu não é possível ver nada que possa nos prejudicar, pesquisadores dizem que a água desde que tenham um bom tratamento não fará mal algum pra população, mas por outro lado também tem pesquisas que afirmam que essa água pode não causar doenças de imediato, mas futuramente pode ser a causa de muitas doenças.
            A população está prestes a pagar pela falta de compromisso dos empresários que não investiram em infra-estrutura suficiente, cerca de quarenta porcento da água no país é perdida antes de chegar as casas um certo descaso, se for pensar que muitos países não possuem tanta água como no Brasil, mas valorizam o que tem, está na hora dos verdadeiros valores virem à tona, trocar um pouco do lucro por investimento, para assim não mais a população passar por apuros como neste ano de 2014.
            Investimentos com infra estrutura tem que ser feitos rapidamente, para que a maior cidade do país não sofra com falta de água, do mesmo jeito que a ANATEL (Agência nacional de telecomunicações)  cria metas para que as empresas de telefonia melhorem os serviços prestados os governos devem impôr metas para forçarem os empresários a fazer ‘melhorias e além de criar leis, elas devem ser rigorosamente fiscalizadas, pois o Brasil é um país de muitas leis, mas não são todas que são fiscalizadas, por exemplo a lei seca por mais que ela exista e funcione ela não é totalmente eficaz a falta de fiscalização é algo alarmante e como o caso da água é super preocupante não só os governantes, mas a população necessita cobrar melhorias.